Libertadores 2024: clubes brasileiros tentam manter hegemonia do país na competição

  • 02/04/2024
Cinco títulos de um país em cinco Libertadores seguidas. Isso nunca tinha acontecido. Aos poucos, o futebol do Brasil conquista um continente que já foi dominado por argentinos e uruguaios. Brasileiros tentam manter a hegemonia recente do país na Conmebol Libertadores A fase de grupos da Conmebol Libertadores começa nesta terça-feira (2) e sete clubes vão tentar manter a hegemonia brasileira conquistada nas últimas edições. Cinco títulos de um país em cinco Libertadores seguidas. Isso nunca tinha acontecido. Aos poucos, o futebol do Brasil conquista um continente que já foi dominado por argentinos e uruguaios. Nas primeiras 32 edições desta competição com 64 anos de história, a Argentina levou 15 títulos, o Uruguai, oito, e o Brasil, apenas cinco -- dois do Santos, um do Cruzeiro, um do Flamengo e um do Grêmio. "Porque a Libertadores daquela época tinha muita violência, a arbitragem muito parcial, e o campeonato brasileiro e o carioca tinham uma importância muito maior sobretudo para os torcedores", conta Júnior, comentarista e campeão da Libertadores em 1981. A partir do bicampeonato do São Paulo em 1992 e 93, foram 32 edições com 18 títulos de clubes brasileiros. No placar total, a Argentina ainda lidera com 25 Libertadores, mas o Brasil já está com 23. "Inegavelmente, o fator econômico tem a ver com essa questão. Isso não quer dizer que a gente vai ganhar. Isso só aumenta as chances de os times ganharem", diz Fernando Diniz, técnico do Fluminense. É o que permite ao clube de maior orçamento do Brasil, o Flamengo, contratar o meia uruguaio De La Cruz, até 2023 um dos principais jogadores do River Plate, clube mais rico da Argentina. Libertadores 2024: campeão vai embolsar maior premiação do futebol mundial "Com isso, você não só aumenta a qualidade do futebol brasileiro, como você também diminui a qualidade dos nossos rivais", diz o comentarista Roger Flores. Na fase de grupos que começa nesta terça, Atlético Mineiro, Botafogo, Grêmio e São Paulo vão representar o Brasil junto com os últimos três campeões. O Fluminense interrompeu a sequência de títulos de Flamengo e Palmeiras de 2019 para cá. "O Palmeiras e o Flamengo depois que eles se ajeitaram, e têm um poder de investimento maior, eles têm uma tendência a ficar na frente. Só olhar o passado recente desses dois clubes", afirma Diniz. Inegavelmente, são os anos dourados do futebol brasileiro na Libertadores. Também são os anos das finais em jogo único. Nesse período, duas delas foram disputadas no Maracanã: em 2020, quando o Palmeiras venceu o Santos, e em 2023, quando o fluminense venceu o Boca Juniors. Nessa disputa entre Brasil e Argentina pelo domínio do continente, chegou a hora de a vantagem do mando de campo passar para lá. Em 2024, a final será em Buenos Aires. "Sem dúvida nenhuma os brasileiros vão ultrapassar com facilidade os argentinos em número de títulos. Acho que já, já, em dois, três anos, a gente está nessa liderança", afirma Roger.

FONTE: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2024/04/02/libertadores-2024-clubes-brasileiros-tentam-manter-hegemonia-do-pais-na-competicao.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes